Revisão da Instalação Elétrica: Aliando Segurança à Economia


Saiba como a revisão das instalações elétricas podem prevenir tragédias e proporcionar uma economia notável na conta de energia elétrica.


Há cerca de duas semanas atrás, no dia 12 de setembro, um incêndio atingiu o Hospital Badim, na Zona Norte do Rio, deixando 14 vítimas no total. A causa, segundo a Polícia Civil do Rio de Janeiro, provavelmente foi um curto circuito em um gerador no subsolo da edificação. Esses e tantos outros eventos poderiam ser evitados caso tivéssemos uma prática simples: revisar as instalações elétricas das construções.


Fonte | Imagem: O Globo

O fato é que edificações antigas precisam de manutenção adequada da rede elétrica. Isto porque os materiais que foram utilizados na hora da concepção das instalações têm um tempo de vida útil e devem ser revisados periodicamente. Os condutores, por exemplo, com o tempo vão se desgastando e perdendo sua capacidade de condutividade elétrica, causando superaquecimento que trazem consequências desde o aumento do consumo de energia elétrica até causar princípios de incêndios.

Além disso, quando a casa foi projetada, o responsável não contava com os inúmeros eletrodomésticos que surgiram anos mais tarde e poderiam sobrecarregar a rede. Micro-ondas, freezer, geladeira, ar-condicionado e chuveiro elétrico. Cada vez mais, tornam-se itens essenciais numa residência e a maior parte da população já possui. Uma prova de que a rede não fora projetada para isso, é um acontecimento simples. Quando alguém instala um chuveiro elétrico numa casa antiga, o disjuntor dispara toda vez que ele é ligado. Isso ocorre porque há uma sobrecarga e a rede não aguenta a corrente repentina. Outro exemplo clássico é a imagem abaixo:


Fonte | Imagem: Construir Alto Vale


Muito comum, o uso constante de benjamins e réguas só evidenciam o mal dimensionamento da rede elétrica, e assim como a sobrecarga causada por um chuveiro, lotar uma tomada de vários equipamentos pode causar de um superaquecimento até um curto-circuito. Assim, o que deveria ser apenas uma ajuda, torna-se um risco iminente. Por isso, é de suma importância que uma revisão das instalações elétricas seja feita de 5 em 5 anos, garantindo o bom funcionamento da rede e dos equipamentos.

O que é importante verificar durante a revisão?

Durante a revisão é importante verificar vários pontos, mas selecionamos alguns essenciais que não devem faltar:
  • Estado das tomadas, interruptores e cabeamentos: Verificar a situação desses dispositivos é muito importante para prevenir acidentes como choques elétricos ou até acidentes mais graves. Atenção para o fato de que eletrodutos não devem receber emendas, cuidado!

  • DR, DPS, Disjuntores: Os dispositivos de segurança da rede são essenciais e a verificação da integridade de cada um deles merece atenção especial. Outra recomendação importante: em nenhum caso se deve prender os disjuntores para que eles não disparem, pois se trata de um equipamento de segurança!

  • Ciclo dos equipamentos: Muito mais do que a rede elétrica, os equipamentos elétricos que são utilizados também possuem uma vida útil. Por isso, é importante verificar se nenhum deles está chegando no fim do seu ciclo de vida útil, o que pode prejudicar a rede também.

  • Equipamentos sem uso: Equipamentos que estão sem uso há muito tempo, também podem estar danificados ou causar algum problema na rede elétrica, principalmente motores e geradores, e é importante verificá-los.

  • Carga utilizada: Verificar a integridade dos plugins que estão sendo utilizados por equipamentos de alta potência, verificando se está atendendo bem a demanda e se é adequada àquele uso.


Assim, podemos perceber que a revisão na instalação elétrica pode trazer economia à sua conta de energia além de prevenir acidentes. Tão importante quanto o projeto, essa revisão deve ser feita de 5 em 5 anos! Que tal cuidar da sua edificação? Para saber mais sobre como cuidar da instalação elétrica da sua edificação, descobrindo quais erros podem comprometer a rede, baixe o nosso e-book clicando aqui.


Artigos em Destaque