Projeto Arquitetônico: o início da concretização do seu sonho


Fonte | Capa: Freepik

A ideia de economizar construindo um imóvel sem um projeto arquitetônico ou sem a consulta de um profissional da área é comprovadamente equivocada mas ainda perdura nos dias atuais. Prova disso é uma pesquisa feita pelo Datafolha para o CAU (Conselho de Arquitetura e Urbanismo) que constatou que dos 54% dos brasileiros que já construíram ou reformaram sua residência, 85,4% realizaram sem uma orientação profissional adequada. No entanto, é possível notar mudanças nesse pensamento: cada vez mais tem se disseminado a importância de termos um acompanhamento profissional na construção civil.


Vantagens de um projeto arquitetônico

Fonte | Imagem: Freepik



Tal acompanhamento é essencial para a prevenção de prováveis dores de cabeça durante a obra ou posterior a ela. Isso porque, será muito mais fácil visualizar se o projeto arquitetônico está atendendo as necessidades do cliente se a ideia for posta no papel antes da construção, além das inúmeras vantagens de se ter um profissional acompanhando todo o processo, das quais podemos citar:


  • Mais ventilação/iluminação natural – Baixa na conta de energia: o engenheiro/arquiteto fará todo um estudo sobre como otimizar o uso da iluminação e ventilação natural, de acordo com a localização da edificação, fazendo com que o ambiente seja confortável para aqueles que o utilizarão posteriormente. Ou seja, menos aparelhos eletrodomésticos para refrigerar e menor uso de lâmpadas durante o dia. Seu bolso agradece e o ambiente também! Quer saber mais sobre Eficiência Energética no projeto? Acesse o link: https://bit.ly/2Kzsy1O

Fonte | Imagem: Ventilação em pátios internos

  • Imóvel regularizado: Um profissional estará atento quanto as normas de afastamento, recuo, taxa de solo natural, taxa de ocupação...Todos os requisitos que o imóvel precisa cumprir para estar de acordo com as leis municipais. Assim, a edificação poderá ser ocupada além de ser reconhecida no Cartório de Imóveis. Isto quer dizer que sua obra não poderá ser interditada durante a execução, nem você levará alguma multa por não possuir o recuo adequado quando a obra já estiver pronta. Para saber mais sobre regularização, acesse o link: https://bit.ly/2yt2Uox

  • Seu imóvel como você sempre quis: Com a ajuda de um profissional, será possível conceber a ideia da forma como sempre sonhamos, aliando a qualidade, segurança, eficiência e conforto. Isso porque o engenheiro fará um briefing com o cliente, buscando descobrir quais são suas maiores necessidades, suas preferências, o uso daquele imóvel, se ele tem alguma observação particular, tudo para que, ao final do projeto, o projeto seja a materialização, de fato, do sonho do cliente.

Etapas do projeto arquitetônico


Agora que já sabemos da importância do projeto arquitetônico, vamos descobrir quais são as etapas necessárias para a execução dele. Como dissemos antes, a primeira parte é sentir do cliente o que ele deseja na casa, fazendo um briefing, com perguntas do gênero: quantos cômodos você deseja, quantas pessoas irão residir na residência, etc. buscando maiores informações para a realização de um croqui, quando será realizado o estudo preliminar.

A etapa do estudo preliminar é quando o profissional buscará entender qual a melhor opção de layout para o seu projeto, analisando, por exemplo, a trajetória do sol na localização em questão, otimizando a iluminação e ventilação natural levando em conta também a preferência do cliente. Após essa etapa, o croquí deverá ser aprovado para que comece a ser feita a parte legal do projeto, o anteprojeto, quando acontecerá a adequação do edifício com as normas vigentes no município. Este deverá conter, no mínimo, planta baixa, 2 cortes, 2 fachadas, planta de situação e planta de locação.

Com o término dessa etapa, uma parte muito importante é a compatibilização dos projetos: quando será identificado se há alguma interferência entre o projeto arquitetônico e os seus complementares (elétrico, hidrossanitário, estrutural), evitando assim possíveis erros e gastos desnecessários durante execução da obra em questão. Quer saber mais sobre projetos compatibilizados? Clique aqui e acesse o nosso artigo. Nele, você aprenderá mais sobre a tecnologia BIM, utilizada frequentemente para uma compatibilização prática e rápida de projetos.

Por fim, será elaborado um projeto executivo. Nele, será feito um detalhamento do projeto legal, especificando todas as distâncias que são necessárias durante a obra, como, por exemplo, a distância de uma tomada, ou até onde estará localizado um ponto de luz no teto. Apesar de serem detalhes mínimos, é o que fará toda diferença na hora da execução da obra.

Fonte | Imagem: Instagram Aria Arquitetura


Percebeu a importância que um projeto como esse têm na hora de construir ou reformar sua casa? Ficou interessado em fazer um projeto arquitetônico? Está buscando praticidade e funcionalidade? Está sem tempo e sem dinheiro para desperdícios? Procure a Prisma CSE que ficaremos felizes em te ajudar! Clique aqui.



Artigos em Destaque